Andanças, Aventuras, Decoração

NATAL ADIANTADO: Kit de Pincéis HD Sigmax Synthetic da Sigma chegou! E um pouco da maravilhosa Weihnachtsmarkt de Heidelberg.

Meninas lindas e maravilhosas!!!

Hoje foi dia de visitar uma cidade muito antiga aqui na Alemanha e que ainda é referência pela sua Universidade, Faculdade de Direito e a incrível capacidade de criar filósofos.

Eu adoro Heidelberg, principalmente antes do Natal. Sei lá, junte a cidade que tem ainda um clima de Idade Média, com a decoração de Natal, as pessoas felizes e sorridentes apesar do frio, as barracas enfeitadas da Feira de Natal ou, em alemão, Weihnachtsmarkt, o cheiro de linguiça e Langos (massa de pão frita com molho de creme fresco e alho e queijo por cima), com Glühwein (vinho temperado com canela, anis, casca de laranja, para ser tomado quente) e tudo fica maravilhoso. Eu acho que o meu humor muda na hora, eu mal consigo falar, apenas admirar tudo e sorrir.

Por isso fiz algumas fotos para mostrar a vocês.

Vá agora fazer um chá de canela, abra um pacote de bolachas com Nutela e vem comigo:

Bolas de massa fritas, conhecidas como "Bolas de Neve" ou, em alemão, Schneeball. É só massa frita com açúcar por cima!

Muitos, muitos enfeites de Natal... quem não ama? Esse bonequinhos são quebra-nozes.

Traje típico da Oktoberfest.

hahaha Linda essa árvore de Natal na vitrine da United Colors of Benetton, com mini casacos como enfeites!

As ruas do centro comercial estão já decoradas e prontas para o Natal. A palavra de ordem do dia é: comprar, comprar, comprar!

Decoração magnífica de uma das barracas!!

Eu empurrando o carrinho de bebê com a minha sobrinha dentro. O sobretudo vermelho além de ser fashion e está em alta nessa temporada, ainda me faz bem visível para que eu não me perca na multidão! hahaha

A loja do Piu-Piu? Como assim???? Não, eu não quero saber o que vende aí dentro! hahahaha

Linda a iluminação!!!

Linda a iluminação!!!

Enquanto estava passeando, o Papai Noel  carteiro resolveu passar aqui em casa, deixando um pacotinho com a minha vizinha. Tudo muito normal, até que eu abri o pacotinho e vi as maravilhas que veio dentro!!

Caixinhas com pincéis + presente da Sigma + amostra de pigmento + esmalte China Glaze

Foto de família!

Agora a pergunta que não quer calar:

Como vocês querem que eu apresente de pertinho cada um dos pincéis?

Devo fazer um post com as características e a minha opinião sobre cada pincel, ou vocês preferem que eu faço um vídeo mostrando tudo, com closes, flashes e o meu enorme talento para filmar (NOT!)?

Vamos fazer uma votação? Comentem qual a preferência de vocês! A opção que tiver mais comentários ganha!

Beijos congelados da Alemanha,

Nanda

Standard
Andanças, Aventuras, Look do dia

Minhas férias na Oktoberfest na Alemanha!

Olá meninas lindas!

Eu fui reclamar no Twitter que eu estava morrendo de saudades do Brasil, e a Bianca me perguntou o porque eu não ia passar as férias aí… bom o motivo eu venho esclarecer aqui hoje… é que eu já tive férias! Fui lá me esbaldar com o marido na Oktoberfest em Munique.

Muitas de vocês já ouviram falar dessa festa, porque ela acontece também no Sul do Brasil.

Mas, o que é a Oktoberfest, e qual a razão de ser dela? O que os alemães barrigudos bebedores de cerveja comemoram nela?

Aqui vai uma pequena colagem do artigo na Wikipédia:

A primeira Oktoberfest de Munique, em 1810, nada tinha a ver com a multidão de turistas, enormes canecos de cerveja e o parque de diversões da atual festa na capital da Baviera. Naquela época, foi instituída uma corrida de cavalos para comemorar o casamento do príncipe herdeiro Luís, mais tarde rei Luís I da Baviera, com a princesa Teresa de Saxe-Hildburghausen.

A festa, para a qual estavam convidados todos os moradores de Munique, aconteceu num parque longe do centro, batizado Theresienwiese, em homenagem à noiva. Ainda hoje, é neste mesmo parque que acontece a Oktoberfest de Munique.

O encerramento e ao mesmo tempo ponto alto da festa era a corrida de cavalos, com a presença da família real da Baviera. O enorme sucesso fez com que fosse marcada outra festa para Outubro do ano seguinte, e assim começou a tradição.

O festival de Munique é o maior do mundo. Anualmente, cerca de seis milhões de visitantes participam no festival e na feira em Munique.

Com a emigração dos alemães, a festa mais popular da Alemanha espalhou-se pelo planeta. Hoje existem Oktoberfest em diversos países, como: ArgentinaBrasilEstados UnidosHong KongItáliaVietname, entre outros.

No Brasil, a Oktoberfest chegou com a cultura dos imigrantes alemães. No início do século XX, diversas sociedades, como a SOGIPA de Porto Alegre, já promoviam a Oktoberfest.

Contudo, foi na década de 1980 que as Oktoberfest se transformaram em grandes festas populares, com a criação das festas nas cidades deBlumenau(1984) em Santa Catarina, Santa Cruz do Sul(1985) e Igrejinha(1988) no Rio Grande do Sul e Rolândia (1988) no Paraná, além de outras cidades.“

Fonte Wikipédia

Pois então… eu fui conferir de pertinho o que acontecia por lá, e nem sabia que na verdade a Oktoberfest parace muito com a Festa de Santa Terezinha em Cumaru-PE (haha, não queira saber o que e onde é isso…), onde as pessoas montam um parque gigantesco de diversões, bebem muito e se vestem de matuto (no caso de Cumaru o povo se veste assim todos os dias! Gente, eu posso tirar onda pq a minha família é de lá, viu? Quem tirar onda e não for de lá, não tem graça). Com a vantagem de não ter nenhum forró ou brega chato tocando o tempo todo (tá, eu gosto de forró pé-de-serra, mas se você vive no Recife e teve/tem vizinhos irritantes como os meus, que sempre escutam músicas de conteúdo nada elegante nas alturas, então você vai me entender).

E, para pagar mico, eu também me vesti de matuta da Bavária, ou Mädchen, como preferirem.

Aqui vão algumas fotos da aventura:

O look do dia:

Eu ganhei um pão-de-mel também!!! haha

Podem copiar o look, que é sucesso na certa! Atenção para a sapatilha liiiiinda!

Dentro da Roda Gigante!

O local da festa é IMENSO!

Eu, nadando numa Maßbier. O que é isso!? Cerveja de um litro, claro! Dose básica para matar a sede! Essa cerveja é maravilhosa! Eles produzem exclusivamente para o evento!

Corações de pão-de-mel (ou mata fome). Eles são comestíveis, mas quem tem coragem de comer uma coisa linda dessas?

O lado de fora de uma cervejaria... cada marca de cerveja monta o seu salão para receber os convidados

Gente, muito gatinho, viu? Pense que é o paraíso das mulheres solteiras, o que defitivamente não é o meu caso! hahaha Mas olhar não custa nada, né?

E o que acharam? Alguém aí já foi na Oktoberfest na Alemanha ou no Brasil? Acharam digno?

Beijos congelados da Alemanha,

Nanda

Standard
Aventuras, Off Topic

Senta que lá vem „estória“: Pagando mico na Alemanha, parte I

Descrição da foto:

É assim que vc fica quando tenta se enconder quando paga um mico: mais evidente ainda!

Oi meninas!

A „estória“ de hoje é um relato de como é importante não fazer traduções literais quando você está aprendendo a falar uma língua. Eu fui contar para um colega que pedi demissão e acabei dizendo para ele que eu acabei de ficar pelada na sala do chefe! lol

A gente é chic, mas paga mico!!!

Antes de me julgarem pelo mico, preciso dizer a vocês que eu sou a rainha do mico. Eu consigo me colocar em situações constragedoras com uma facilidade incrível. É quase como um talento. E a minha propensão a micos só aumenta quando estou com a minha melhor amiga Larissa do lado. Tristemente ela está no Recife, longe de mim, e a minha vida tem andado bem chata….

Bom, meu curso intensivo de alemão começou em setembro de 2010 e terminou em março de 2011. Em abril eu decidi arrumar um emprego qualquer para treinar o meu alemão e conseguir um pouco de experiência. Foi aí que eu consegui um trabalho numa grande distribuidora de medicamentos como suporte e serviço ao cliente em inglês e português.

Eu tive colegas de trabalhos de todas as nacionalidades possíveis. Gente muito legal, diferente, bem multicultural mesmo, coisa característica da Alemanha moderna. O ambiente de trabalho era bem legal e tudo, até que eu decidi que queria começar um outro projeto e o horário não batia com esse trabalho.

Fui, lindamente, à sala do meu chefe explicar que eu queria pedir demissão, que eu sentia muito, que gostava muito de trabalhar lá, mas que o outro projeto era, no momento, mais vantajoso para mim.

Assim que saí da sala, com uma sensação de liberdade maravilhosa, que só quem pode pedir demissão conhece, falei para um colega jornalista que já sabia que eu ia pedir demissão: „Ai Fred, acabei de ficar livre, acabei de sair da sala do chefe! Finalmente conseguirei colocar em prática o meu projeto!“ Isso em alemão. O problema é que a expressão „Libertei-me“ ou „fiquei livre“ – Ich habe mich frei gemacht- significa em alemão, literalmente, ficar pelada! Então o que Fred ouviu do que eu falei foi: „Ai Fred, acabei de ficar pelada, acabei de sair da sala do chefe! Finalmente conseguirei colocar em prática o meu projeto!“. Gente, Fred esbugalhou os olhos e me disse: „Fernanda, o que você fez? Você ficou pelada na sala do chefe???“. Aí eu: „Não! Eu acabei de pedir demissão!!“ Ele riu demais de mim, chamou outros colegas e disse: „Ei gente, Fernanda acabou de me dizer que ficou pelada na sala do chefe!“. Claro que eu tive que explicar tudo…  Tá, na época que eu morava no Recife eu não ficava corada de vergonha, mas agora que eu estou amarela, eu fico vermelha, roxa, azul quando passo vergonha. E ele me olhando como se eu fosse uma safada? lol

Depois o povo daqui diz que brasileiro é tudo safado, ninfomaníaco, sem pudor e vocês não entendem né? Acham que a culpa é toda das BBB’s, das sub-celebridades mostrando a bunda deformada por aí… mas não, eu posso dizer (sem orgulho) que contribuí para a nossa má fama! rsrsrs

Ai… hoje em dia eu penso 100000000 de vezes antes de falar alguma coisa.

Cuidado meninas!!!

Já passaram por uma situação muito muito muito constragedora? Contem-me! Se for uma situação top, eu publico aqui!

Beijos congelados da Alemanha,

Nanda

Foto: http://www.nouveaubaltimore.com/leesblog

Standard
Aventuras, Off Topic

Em off: Câmera nova, posts novos, qualidade melhorada

Meninas lindas do meu Brasil (e de Portugal),

em off eu venho informar que, devido a um presente de aniversário adiantado, a qualidade das fotos do blog vão mudar significativamente. Eu ganhei do marido uma Canon EOS D450, que é uma câmera reflex semi-profissional. Estou aqui dando pulinhos de alegria e tentando aprender um pouco a usá-la. Todas as fotos anteriores foram feitas com uma câmera digital Sony H9XV que é maravilhosa, mas não faz os milagres que uma reflex faz. Felicidade nesse momento define e muito!

Brindemos então ao futuro e sucesso do blog! E claro, às minhas leitoras queridas, que possam tirar proveito da nova câmera.

Será que eu conseguirei fazer algum dia algo assim:

Foto: http://a.img-dpreview.com/ , Neil Snape

Beijos congelados da Alemanha,

Nanda

Standard
Aventuras, Opiniões

Senta que lá vem „estória“… Como virei beauty and fashion addict

Oi meninas (se tiver meninos por aqui se apresentem, senão vou continuar dizendo oi só para as meninas!).

Eu estava revendo alguns e-mails antigos e dei de cara com um que mandei para a Ana do Trendy Twins . Acredito que foi para algum desafio do blog, mas eu não lembro qual foi. Nele eu contei como eu me apaixonei por moda, maquiagem e futilidades afins. Achei engraçado e interessante reler o texto, por isso divulgarei ele para vocês.

„Olá Ana!

Bom, vou responder as tuas perguntas de uma forma meio misturada.
Eu me interessei por blogs de beleza em virtude do meu noivado.
Eu noivei em Paris, na Basílica do Sagrado Coração, com a Torre Eiffel à nossa esquerda, toda azul e às vezes piscando, e Paris linda e decorada para o Natal. Era quase Natal, no ano de 2008.
Essa viagem eu ganhei do meu marido, que é alemão, e na época ainda era meu namorado.
Antes da nossa viagem ele me disse: Nanda, fica pronta porque dia 19 de dezembro nós vamos sair. No dia 19 de dezembro eu jurava que nós íamos jantar em alguma cidadezinha por aqui, quando ele chega em casa, abre um lindo sorriso e me dá um Guia Turístico de Paris. Eu, anta antológica, olhei pra ele e disse: „-Que legal, um Guia Turístico.“ E ele: „-Bom, nós temos que usar ele para achar um restaurante em Paris. É, jantaremos em Paris hoje. E amanhã também… na verdade teremos que jantar em Paris até o dia 24 de dezembro. Sinto muito.“ Nossa, eu fiquei tão feliz, mas tão feliz que só depois de alguns minutos lembrei de perguntar quando estaríamos indo. Ele disse que o trem-bala partiria em 1 hora. Putz, eu tinha cerca de 30 minutos para arrumar uma mala para ir a Paris! Arrumei tudo e fomos embora.
Claro que a noite foi perfeita. No outro dia, quando acordei percebi que tinha esquecido toda a minha maquiagem (nossa, falando desse jeito parece que eu tinha uma coleção comparável a de Christine, do Temptalia! hauhauhahuuahuha). Que ótimo, as fotos românticas iam ficar uma beleza com a minha cara de zumbi, amarela, e sem nenhum lápis de olho. Fomos numa Sephora. Não me pergunte como, mas eu não encontrei nada na Sephora. Como assim? Eu, acostumada com minhas drogarias recheadas de produtos Maybelline, descartei prontamente os itens „Chanéis“, „Diores“ e afins. Nao comprei nada, nadica de nada, nada nada nada. Entenderam? Em meio a UD, Benefit, eu não encontrei NADA para montar um kit básico de maquiagem. Oi? Sim, eu sou matuta… minha família é de CUMARU. Ai, como me arrependo! hauahuahuhauuahua Na Alemanha não tem Sephora, gente!
Achei enfim um lápis de olho em alguma drogaria e fui quase feliz tirar fotos. Sem uma grama de maquiagem no rosto, além do lápis.
Quando voltei ao Brasil, comecei a minha procura online por um modelo de vestido de noiva. E atrás de uma maquiagem para me inspirar no dia. E através desses sites, conheci o Temptalia. Lembro que o primeiro blog que eu comecei a ler foi o Sobressalto. Viciei em blogs de beleza. Descobri a MAC, e outras marcas, aprendi a me maquiar vendo tutoriais, comecei a usar protetor solar diariamente. Eu sou do Recife, dá pra acreditar que aguentei tanto tempo sem protetor? Comecei a me cuidar mais. E a me conhecer mais. A ver o que caía bem em mim, a definir bem o que eu gosto e não gosto. E a entender o que fazia uma roupa ou maquiagem receber o meu „selo de qualidade“. Eu sinto-me orgulhosa de dizer que eu mesma fiz a minha maquiagem no dia do meu casamento. E ela ficou ótima. Linda mesmo (ou o fotógrafo usou muito Photoshop para corrigir, quem sabe?). Hoje me arrisco entre delineados coloridos e batom vermelho, se bem que eu ganhei o meu primeiro delineador quando tinha 15 anos de idade, e aprendi muito cedo a aplicá-lo. Interessante que hoje eu experimento mais produtos, cores, texturas. Sou realmente apaixonada por maquiagem e, consequentemente, viciada em blogs como o teu (o Trendy gente).
Bom, a mudança foi essa… Antes eu só usava lápis preto para delinear os olhos e uma eventual base que, por acaso, era extremamente mais clara do que a minha pele. Não usava proteção solar nem na praia, imagina diariamente. „
Essa é a minha história. Meu amor aumentou tanto, que enfim criei esse diário para partilhar com vocês um pouco da minha paixão. E vocês? Como começaram a gostar de maquiagem, e o que mudou na vida de vocês desde então?
Beijos congelados da Alemanha,
Nanda
Standard